03 motivos para assistir e se apaixonar por Girls

Agora eu tenho internet em casa e posso voltar a ficar super antenada no quesito filmes e séries. Yay! Durante todo esse meu tempo offline, a única série que consegui acompanhar quando tinha algum tempo foi Girls. Não é uma série nova, a primeira temporada foi ao ar em 2012 e a sexta e última temporada já começou a ser gravada. Encontrei por acaso esse trailer no youtube e fui procurar mais sobre a série. Desde então foi puro amor. Tenho aqui 03 motivos para vocês se apaixonarem por ela também ;).

01 – Naked Hanna

hanna

Hanna é a personagem principal, interpretada por Lena Dunham que também é a escritora da série. Sabe quando você percebe que é quase uma autobiografia da autora? Isso faz com que eu fique totalmente envolvida com a personagem. Praticamente em todos os episódios a Hannah aparece nua ou de calcinha, ela tem um corpo que é fora dos padrões impostos por aí, um corpo real, assim como o meu e talvez o seu. Com todas as dobrinhas e furinhos que temos direito. O engraçado é que no começo eu achava estranha toda essa nudez e depois de pouco tempo comecei a achar tão bonito, pois eu me sentia sendo representada nela, um lance de empoderamento feminino. Ao aceitar o corpo dela, aos poucos eu aceitava o meu. Em momento algum, pelo menos até onde assisti (4° temporada), ela tenta emagrecer ou tem alguma neura sobre peso. A sua personalidade e quem ela é está acima disso. Já vale a pena conferir, não é mesmo?

02 – Humanos

girls-hbo-adam-hannah-kiss

Os relacionamentos são os mais reais possíveis! O amor é retratado sem nenhum encanto ou promessa, e nessa parte entra o Adam que é tão estranho que chega a ser amável. No começo você passa um pouco de raiva, mas aos poucos vai entendendo melhor os personagens. Podemos encontrar todos os tipos de amigas nessa série. Aquela amiga que era certinha e ficou doidona de uma hora para outra, aquela que é super legal e que você adora, mas quando mais precisa some. Tem também a perfeita que no fundo é vazia. No meio de tantos estereótipos encontrados na vida real, a série mostra a imperfeição de todos, que é ao mesmo tempo o que torna essa união cada vez mais forte. Se você gosta de seriados fantasiosos onde tudo dá certo no final é melhor nem assistir.

03 – Trilha Sonora

girls

Todas as músicas são maravilhosas e casam tão bem, mas tão bem com os finais dos episódios que toda vez que acaba eu digo a mesma coisa: Quero essa trilha sonora para a minha vida! Depois de vasculhar pela internet encontrei uma playlist no spotify com as músicas ❤ Ela está salva como uma das minhas favoritas :).

Estou no final da quarta temporada e já de coração partido porque não quero que acabe. Mas pensando bem, é melhor acabar assim do que se tornar uma daquelas séries que vão tão longe que perdem a essência no meio do caminho.

E vocês, o que têm assistido? A minha próxima série vai ser a tão famosa Jessica Jones.

Um grande abraço ❤

Himmel

Anúncios

2016 – Um olhar positivo!

Todo começo de ano é uma renovação, uma nova chance de mudar algo ou fazer mais do que você já faz e gosta. Nada da sua vida precisa mudar, mas você pode mudar tudo nesse novo ano. Fiquei mega inspirada vendo a as metas da Aline, do Hipermetropia Fashion, e ainda mais com esse vídeo fofo, da Sharon Smith. Super simpatizo com a vibe dessa moça, ela é das minhas, com pensamentos sempre bem positivos!

Assistam:

Fiquei tão animada que fiz uma listinha com o Dan, com as nossas metas juntas e as que cada um tem, afinal é importante cada um ter a sua também. Nem preciso dizer que escrever mais no blog é uma das primeiras que estão lá.  Então, é assim que começa mais um ano aqui no #blogdahimmel.

Ainda estou sem internet em casa, o que me faz ficar um pouco off de tudo #mandainternetpracasasenhorpfv. Acabo acompanhando poucas coisas na internet, mas nesse tempo encontrei projetos tão bonitos por lá que decidi dividir um pouco com vocês aqui.

A internet tem muita coisa boa rolando por aí, mas só ficamos de olho nas coisas ruins. Aqui estou eu, disposta a te ajudar a encontrar projetos super bacanas e provar que “O Mundo é bão”.

Tem açúcar

temacucar

Um site brazuca que facilita os empréstimos com vizinhos. O nome já é uma graça, afinal quem nunca se viu sem açúcar justo naquela hora que bate a vontade de fazer ou bolo ou até mesmo tomar um café? Estou inscrita na listinha e já recebi pedidos de churrasqueira, furadeira e até um cooler. Essa é uma maneira linda de compartilhar e fazer amizade na vizinhança. Ainda não tive nada do que pediram emprestados, mas confesso que ando ansiosa para receber algum pedido que eu possa atender. Aproveita e se inscreve no site ❤

Eu vejo flores em Você

eu-vejo-flores-em-voce_

Não é sobre a música do Ira!, mas é um projeto pra lá de bonito, assim como a letra desse som. Nele, voluntárias ilustram e mandam cartas para outras mulheres, formando assim uma rede feminina de apoio e demonstração de afeto. O Objetivo é mostrar que podemos nos ajudar e nos admirar sem medo. É engraçado como, muitas vezes, temos vergonha de elogiar ou ajudar alguém desconhecido. Pois saibam que somos todos um só. Quer ajudar esse projeto Mara? Essas meninas talentosas fizeram um moleskine lindo e estão vendendo na página do facebook. Toda a verba vai para o projeto. Tem uma miga que super precisa de um apoio? Entra no site e cadastra ela lá.

Eu tenho tentado criar o costume de elogiar as pessoas por aí, nesse meio tempo descobri que muitas não sabem muito bem como receber um elogio e até mesmo eu fico um pouco envergonhada quando faço. Isso deveria ser normal para todos nós, não é mesmo? Acho que isso seria um bom tema para outro post 🙂 Como elogiar e ser elogiada. O que vocês acham?

E que esse ano comece com muito mais projetos e coisas bonitas pela internet por aí. Conhece alguma coisa bacana assim? Me contaa!!

Um chuvoso abraço,

Himmel ❤

Minha experiência trocando roupas – Trocaderia

A onda de consumo sustentável está sendo maravilhosa e acredito que essa iniciativa seja mais um dos reflexos dessa mudança que finalmente chegou em nossas cacholas. É impressionante como conseguimos nos adaptar a tendências e essa é uma das que eu fico pensando – Por favor, não passe nunca!

Como falei nesse post aqui, estou passando por uma fase de transição, tentando cada vez mais me auto-conhecer e avaliar com quais roupas eu me sinto bem. Tem semanas que eu uso a mesma peça de roupa diversas vezes porque é confortável e me faz feliz. É engraçado como ficamos pensando mil vezes antes de repetir uma roupa, tentando evitar julgamentos alheios. Nesse tempo percebi que quase ninguém liga, e quem liga sinceramente é porque não tem mais o que fazer.

Trocaderia_troca_de_roupas (1)

Durante a minha limpeza no guarda-roupa separei três pilhas:

– Peças que iam ficar e estavam em bom estado.

– Peças que eu tinha carinho, mas que não ia mais usar (Essas foram para venda ou troca)

– Peças que iam para a doação.

Eu tinha um armário cheio de roupas que eu amava, mas que não serviam mais ou até mesmo que já não faziam mais o meu estilo. Isso me motivou a procurar meios de desapegar do que ficava parado e só fazia volume. Em uma das minhas andanças pelo facebook descobri o:

“Trocaderia”Que busca promover divertidas trocas de roupas entre amigas. Mais vida pro seu armário. Mais consumo consciente. Mais fins de semanas divertidos. ♥

Trocaderia_troca_de_roupas (2)

Imagem do facebook do “Trocaderia”

Minha experiência:

Quando fui ao evento, eu não tinha entendido muito bem como funcionava o trocaderia. Eu simplesmente pensei algo como “você deixa a peça lá e se você se interessar por outra você vai lá e pega.” Algo simples não é? Mas não é bem assim…  As meninas ficam responsáveis apenas por etiquetar as suas peças, mas quem tem que trocar é você, conversar com a trocadeira e oferecer muito bem as suas pecinhas para conquistar as dela.

Eu não sei você, mas quando compro algo acabo criando um tipo de afeto com a roupa, e mesmo quando não uso mais a peça eu ainda tenho muito carinho por ela. Gosto dessa idéia de trocar a roupa com alguém, desse contato mais humano, de poder conhecer melhor a pessoa que vai ser a nova dona e quem sabe até uma possível amiga de trocas hahaha.

Foi maravilhoso e já tem data para acontecer again. As meninas vão abrir as inscrições no facebook do “Trocaderia”. Aproveitem também para me dar um alô no dia do evento, vou estar por lá 🙂

Onde: MIS – av. Europa, 158, Jd. Europa
Quando: sábado (19/12), das 12h às 20h
Quanto: R$ 10

Um grande abraço,

Himmel

 

 

Morando sozinha X Morando Juntinho

Recentemente li um post no blog “Pequeno Grande Apê” sobre 07 coisas que aprendemos depois de casar e fiquei super inspirada para criar esse post 🙂

O blog deles é muito fofo e vale a pena conferir! Eles se casaram recentemente e se mudaram para um apartamento novinho, então estão cheios de dicas e novidades para essa fase da vida. Uma maravilha para se acompanhar ❤

Vamos lá:

Morando sozinha X Morando Juntinho 

Refeições

Morando sozinha – Você não se importa muito com o que vai comer, prefere coisas muito rápidas. Miojo, macarrão, comidas prontas e congelados são seus eternos aliados. Com os horários corridos, entre faculdade e trabalho as jantas acabam sempre sendo algum lanche ou besteira na faculdade, afinal, quem se importa não é mesmo?

Morando Juntinho – Você está jantando e já pensando no menu para o dia seguinte, o que vai ter que deixar descongelando antes de ir para o trabalho. Começa a se importar com legumes, como deixar as coisas mais saudáveis e práticas ao mesmo tempo. Cria o brilhante hábito de congelar muitas coisas e percebe que talvez a geladeira seja pequena demais.

Lavanderia

Morando sozinha – A regra é: Pra que lavar hoje, se posso lavar na semana que vem? Ou seria melhor juntar bastante e levar para a casa da minha mãe? Esfregar roupas antes de lavar? Jamais. A única coisa que você sabe é que roupas coloridas lava-se separado das brancas e o resto seja o que Deus quiser.

Morando Juntinho – Sabe aquele cesto de roupas que demorava para ficar cheio? Hoje ele tem mais do que o dobro do tamanho. Eu tenho muita sorte, pois é o Dan que lava as roupas. Eu só tiro do varal e dobro hahaha. A nova regra passa a ser: nada de meias e roupas brancas. No novo guarda-roupas, só colorido ou tons escuros.

Comer fora de casa

Morando sozinha – Mas é claro que vou. O que é gastar R$25 ou R$30? Tudo em nome da praticidade. Você sabe de todos os lugares para ter uma boa refeição próximos da faculdade e não vê a hora de conhecer os restaurantes novos que todos estão falando. Sair para comer algo é lei.

Morando Juntinho – O valor que você gastava sozinha poderia ser pequeno, mas agora é tudo em dobro. Você começa a pensar no que você poderá comprar caso não saia tanto e quanto não poderia juntar caso ficasse em casa o mês todo hahaha. Você cozinha em casa, chama os amigos para ir lá e tudo vira festa.

Economia

Morando sozinha – Você é jovem, para que juntar dinheiro? E como juntar qualquer montante com o dinheiro que sobra do seu salário de estagiaria depois de pagar a faculdade com desconto, ou seja, a conta não fecha. Você consegue ser feliz com pouco e vive loucamente como se não houvesse amanhã.

Morando Juntinho – Finalmente quando você começa a ganhar um pouco melhor, a faculdade finalmente acabou ou você se livrou dela. Começa a pagar pelo apartamento, e além de pagar as prestações começa a comprar coisas de casa, juntar dinheiro, pois cada coisinha vale um montão de  realezas $. Você consegue ser feliz com pouco, pois está junto de quem se ama.

Fitness

Morando sozinha –  Você é jovem e pode comer o que quiser sem se preocupar ou engordar. Nessa onda toda de faculdade não falta tempo e nem dinheiro para um docinho a mais. Nenhuma preocupação em fazer exercícios, o máximo que você faz é uma caminhada do trabalho até em casa já que é mais barato.

Morando Juntinho – Você tem dotes culinários, ele também. Juntos assistem GNT e todos os programas culinários que passam por aí. Decidem fazer todas as receitas, das mais simples até as mais impossíveis ( Olá, Bela Gil! ). Resumão de tudo isso pode ser notado em quilos e quilos a mais. Muda o cardápio, começa a caminhada e a saga por uma vida saudável.

Esses são só alguns exemplos de coisas que mudaram muito na minha vida. E na vida de vocês o que mudou? Como tem sido a experiência de morar com quem se ama?

morando_sozinha

“Suas meias, serão minhas meias até que se prove o contrário.”

Abraços,

Himmel

Inferno Astral e foco nas coisas boas

Junho está chegando e com ele, no dia primeiro, vem o meu aniversário. Sou uma pessoa que gosta de comemorar e ficar ao redor de quem eu amo nessa data tão especial. Acontece, que para chegar lá tenho que passar por um terrível inferno astral e que anda acompanhado pela tpm.

Só quero que acabe logo e que venham os 25 anos cheios de sabedoria.

It's just a spark. But it's enough to keep me going. - Last hope

It’s just a spark but it’s enough to keep me going. – Last hope

Em dias ruins assim como hoje, uma segunda-feira em a força para levantar era pouca, onde o mundo dos sonhos parecia um IG bonito do instagram e após muita luta consegui sair da cama . Não temos água, eu quebro o espelho e saio atrasada. Vai ficar tudo bem, eu repito baixinho.

Foco nas coisas boas.

O cobrador, alegre, escutando a sua música de viola me da uma bala de café. Ele sempre faz isso. Eu não gosto de balas de café e nunca contei e nem vou contar, apenas sorrio, agradeço e escuto-o falar sobre a vida, sobre as manchetes e o que perdi no final de semana.

O ônibus está cheio, vou em direção as pessoas que sei que vão descer logo e encontro moço de cavanhaque. Sempre que ele está sentado me cede o lugar. Hoje ele não estava sentado, mas logo tratou de me cumprimentar e perguntar se eu estava melhor da gripe. Não lembro quando contei isso a ele mas não me assusto, afinal sou daquelas pessoas que conta a vida para quem quiser ouvir.

Essas pessoas fazem o meu dia feliz e nem sabem. Prometo a mim mesma que um dia vou contar a eles o bem que me fazem. Um dia vou surpreender o cobrador com um belo pacote de balas da qual gosto e dar um abraço e dizer para o moço de cavanhaque o quanto ele é educado.

Chegamos no metrô tucuri, o cobrador grita bem alto: Um bom dia para todos!

Assim a vida continua, eu só espero sobreviver mais essa semana.

Um abraço, Himmel.